Blog

Curso de Rotulagem de Cachaça

Por Cachaciê   •  16 abril de 2019   •  Compartilhar

 

O Sistema FIEMG trabalha para que a indústria mineira se torne cada vez mais competitiva, inovadora e sustentável, capaz de gerar novos negócios, riqueza e desenvolvimento. O Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas é um dos oito Institutos de Tecnologia e Inovação que fazem parte do Centro de Inovação e Tecnologia – CIT SENAI FIEMG. Estes Institutos consolidam uma ponte entre a universidade e a indústria. Com as mãos na teoria e na prática, os institutos desenvolvem soluções tecnológicas e inovadoras gerando novos processos e produtos que contribuem com o aumento da competividade da indústria mineira.

 

Alinhado às necessidades da indústria de cachaça, o SENAI desenvolveu um curso, na modalidade a distância (EAD) de Rotulagem de Cachaça e Aguardente de Cana.

 

 

Como todo alimento embalado, a rotulagem da cachaça e aguardente de cana é obrigatória e deve seguir as legislações de órgãos e entidades federais e estaduais competentes, tais como governos federal e estadual, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO).

 

Para comercialização, os alimentos e bebidas devem estar regularizados nos órgãos competentes e possuir procedência e rotulagem, sendo indispensável que as empresas também estejam regularizadas. Os estabelecimentos comerciais, como bares, lanchonetes, supermercados, mercearias, restaurantes e outros, só poderão adquirir esses produtos se tiverem procedência e rotulagem de acordo com a legislação vigente. No caso de bebidas, como a cachaça e aguardente de cana, além dos dizeres obrigatórios de rotulagem, deve constar no rótulo o registro do produto no MAPA. Caso contrário, as bebidas não devem ser adquiridas.

 

 

O rótulo do produto tem a função de orientar o consumidor a respeito dos constituintes dos alimentos e bebidas, sendo o principal meio de comunicação entre produtores e consumidores. Nele estão descritas as informações para que a pessoa que lê possa decidir se escolhe ou não aquele determinado produto. Dessa forma, estas informações devem ser claras e fundamentadas em legislação específica.

 

Devido a essa importância e obrigatoriedade, o curso de Rotulagem de Cachaça e Aguardente de Cana fornece subsídios para o participante construir o rótulo adequado para seus produtos. Além de revelar quais são as informações que devem obrigatoriamente estar presentes nos rótulos destes produtos, o curso esclarece a forma que estas informações devem ser indicadas de acordo com as normas regulamentadoras vigentes no Brasil e os requisitos exigidos para a indicação de algumas informações consideradas facultativas.

 

Pensando além desta necessidade e atendendo às necessidades das empresas, o curso trata também de temas que auxiliarão a indústria na escolha e na construção da identidade de sua marca, assim como os passos para o registro da empresa na Junta Comercial e do registro da marca comercial no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), a fim de obter o uso exclusivo dela e não correr o risco de usar uma marca comercial já registrada ou ter a sua marca plagiada. O curso esclarece ainda qual a diferença entre cachaça e aguardente de cana, além das denominações dessas bebidas, conforme os padrões de identidade e qualidade definidos pelo MAPA. A classificação dos estabelecimentos envolvidos no processo de fabricação da cachaça e aguardente de cana, além dos registros junto ao MAPA que são necessários para a legalização do estabelecimento e informações sobre indicação geográfica também fazem parte do escopo do curso.

 

O curso é apresentado de forma clara e bastante ilustrativa, tornando fácil o entendimento sobre as temáticas abordadas e atraindo a atenção do participante. Durante o decorrer do curso há atividades que foram elaboradas para que o participante possa verificar se realmente compreendeu o assunto, podendo retornar para revisão ou seguir adiante. Foi construído pensando em tornar para o participante um curso agradável e didático.

 

Inscrição


Sobre as Autoras do Artigo

 

Lorena Aires Lombardi Queiroz

 

Graduada em Engenharia de Alimentos pelo Centro Universitário de Belo Horizonte – UNIBH, mestre em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas e doutora em Engenharia Química pela Universidade Federal de Minas Gerais. Possui experiência em desenvolvimento e melhoria de produtos, melhoria de processos produtivos, rotulagem de alimentos, análise sensorial e docência na área de alimentos. Atualmente atua no Instituto SENAI de Tecnologia em Alimentos e Bebidas nas áreas de PDI e consultoria.

 

Morgana Zimmermann

 

Pós-doutora, doutora e mestre em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atuou um ano como pesquisadora convidada na Universidade de Rutgers, nos Estados Unidos. Graduada em Química Industrial de Alimentos pela Universidade para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí. Possui MBA em Gestão Empresarial pela FGV. Atuou como gerente do Instituto SENAI/SC de Tecnologia em Alimentos e Bebidas e como especialista em agronegócios nos Institutos SENAI/SC de Inovação entre 2013 e 2017. Atuou como pesquisadora e professora no Grupo Ânima/Sociesc entre 2017 e 2018. Atualmente atua como pesquisadora no Instituto SENAI/MG de Tecnologia em Alimentos e Bebidas. É disseminadora dos conceitos da Indústria 4.0 aplicados à área de alimentos e atua em projetos de pesquisa dessa temática. É mentora de Startup na InovAtiva Brasil e julgadora convidada do “MIT Inclusive Innovation Challenge”. Possui experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, com ênfase em microbiologia preditiva, segurança de alimentos e processos não térmicos aplicados à segurança de alimentos.