Blog

Sabia que toda cachaça nasce branca?

Por Cachaciê   •  17 janeiro de 2019   •  Compartilhar

 

É isso mesmo, quando sai do alambique é translúcida, como água. Por isso a conhecida expressão: “Água que passarinho não bebe”! .

 

A cachaça ganha cor quando armazenada em recipientes de madeira. De acordo com o tipo de madeira(*), tipo de recipiente(**), e o tempo de envelhecimento(***) a cachaça pode ganhar cor menos ou mais intensa; que vai do palha clarinho, passando pelos tons de amarelo, os dourados até chegar no âmbar.

 


(*) Tipos de Madeira:

 

São muitas as espécies utilizadas para o envelhecimento de cachaça. Exemplo: carvalho, castanheira, bálsamo, amburana, jequitibá, jatobá, amendoim, jaqueira, eucalipto, entre tantas outras.


(**) Tipos de Recipientes:

 

Barril, tonel, dorna, parol… E a capacidade de armazenamento, em litros, destes recipientes variam muito. Lembrando que quanto menor, maior a área de contato com a cachaça. Ou seja a cachaça tende a ganhar mais rapidamente cor e complexidade sensorial.


(***) Tempo de Armazenamento:

 

Varia demais, pode ser 3 meses, 3 anos, 5 anos, 10 anos. Não tem regra, depende do objetivo do produtor.

 

Naturalmente quanto maior o tempo de guarda, ou seja, quanto mais duradoura a permanência da cachaça no recipiente de madeira, mais valor agregado terá e consequentemente acréscimo no valor final do litro.

 

Crédito Vídeo: Carlos Lira – Cachaça @cachacamatuta